“A Criança”, de Vladimir Holan, trad. Bruno M. Silva

 Está uma criança com o ouvido nos trilhos
à escuta do comboio.
Perdido na música omnipresente
pouco lhe importa
se o comboio está a chegar ou a partir...
Mas tu estiveste sempre à espera de alguém,
sempre a partir de alguém,
até te teres encontrado e não estares mais em parte alguma.
 
(a partir da versão de Jarmila and Ian Milner, Selected Poems, Penguin)

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s