“Encontro num Elevador”, Vladimír Holan [1905-1980] trad. Bruno M. Silva

Entrámos no elevador. Os dois, sozinhos.
Olhamos um para o outro e mais nada.
Duas vidas, um momento pleno, sagrado.
No quinto andar ela saiu e eu continuei a subir
sabendo que não a voltaria a ver,
que tudo isto fora um encontro derradeiro,
que se eu a seguisse agora seria como um homem morto cercando-a,
e que se ela se voltasse para mim
seria já de um outro mundo.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s